UBE Blogs

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A Vinda de Jesus Cristo

    Palavra do Senhor na carta aos Hebreus 9.28 descreve: Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez sem pecado aos que o esperam para a salvação.
      E no Evangelho de João 5.28, 29, disse Jesus: Vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz. E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação.
Porque a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.
Quando Jesus disse a Marta que o seu irmão Lázaro haveria de ressuscitar, ela lhe respondeu: Eu sei que há de ressuscitar, na ressurreição do último dia (João 11.24).
Acompanhe a linha de raciocínio, que a palavra está revelando nestes dois últimos versículos: A ressurreição se dará no último dia.
      E na primeira carta do Apóstolo Paulo aos Tessalonicenses 4.15-17, o texto sagrado diz: Dizemos-vos, pois, isto pela palavra do Senhor, que nós os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.
Porque o Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com Ele nas nuvens, a encontrar com o Senhor nos ares, e assim, estaremos sempre com o Senhor.


      A palavra relata primeiramente que os salvos ressuscitarão para a vida eterna, mas os que praticaram o mal ressuscitarão para a condenação. Conseqüentemente declara que a ressurreição será no último dia.
E afirma que na vinda de Cristo os vivos não precederão aos que dormem, mas os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro, depois os vivos serão arrebatados, e encontrarão com Cristo nas nuvens.
      E em I Coríntios 15.51 e 52 está escrito: Eis que digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados. Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
      Observe que novamente a palavra afirma que há uma ordem cronológica estabelecida para os acontecimentos: Os mortos ressuscitarão primeiro, e os vivos que aguardam a vinda de Cristo serão transformados, e num piscar de olhos, todos subiremos a encontrar com o Senhor Jesus nas alturas.


      E no Evangelho de Mateus 24.3-14, a palavra narra que, estando Jesus assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a Ele os seus discípulos dizendo; Mestre, dizei-nos quando serão estas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?
Então Jesus lhes respondeu que haverá guerras, terremotos, pestilências, falsos profetas, mas ainda não é o fim, mas quando o Evangelho do Reino for pregado a todo o mundo, então virá o fim.
      Avalie, primeiramente há uma inquirição dos discípulos a Jesus, culminando a sua vinda com o fim do mundo.  E ao meditarmos nesta passagem (capítulo 24 de Mateus), apercebemos que o Senhor expõe o Sermão Profético numa cronologia dos acontecimentos, que realmente culminará com o fim do mundo.
Exemplificado nos versículos 37 a 39 de Mateus 24, onde Jesus declarou: Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio e os levou a todos.
Assim  será também será a vinda do Filho do homem. Estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro. Estando duas moendo no moinho será levada uma, e deixada outra.
      O Senhor Jesus fez uma alegoria da sua vinda com os episódios clássicos de Noé, para que entendemos que será da mesma forma. Quando tudo parecia normal, veio o dilúvio e conseqüentemente o fim para os desobedientes, salvando-se apenas Noé e mais sete pessoas de sua família, porque creram na palavra de Deus.

      A carta de II Pedro 3.3-13 diz: Nos últimos dias virão escarnecedores, dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque desde que os pais dormiram todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Mas não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como se fossem mil anos, e mil anos são como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia. Mas o dia do Senhor virá como o ladrão da noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos ardendo se desfarão e a terra e as obras que nela há se queimarão.
      Irmãos, observem que mais uma vez a palavra do Senhor afirma categoricamente que a vinda de Cristo será no último dia,  pois, os céus passarão com grande estrondo, e os elementos ardendo em fogo se desfarão, conseqüentemente, o fim.

2 comentários:

  1. MUITO BOM ! Adorei o seu blog ! Visite o meu blog sobre tênis e retribua o comentário ! : breakpointbrasil.blogspot.com/ - SIGA MEU BLOG E MEU TWITTER, que eu sigo o seu de volta !twitter @breakpointbr, caso queira seguir. Se puder me liste :-)

    Obrigado !

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário. Participe, critique, faça perguntas( em caso de dúvidas ). Pois este site foi feito para você.